Artigo de Opinião – Linha de… Milfontes

Linha de Milfontes

Rapazes, raparigas, loiras, morenas, calções de ganga curtos, muito álcool, muito barulho, ruaça, falta de respeito, vandalismo, roubos, etc. Já há alguns anos que Vila Nova de Milfontes tem sido o destino preferido da juventude, apelidada pela população de “betinhos”. São às centenas, colonizam parques de campismo e casas particulares, trocos contados para as aventuras à margem da lei em Vila Nova de Milfontes.

Os pais desta juventude, que têm ocupado a vila por estes dias, devem eleger Milfontes como o destino perfeito para as traquinices dos seus filhos adolescentes. Melhor dizendo, Vila Nova de Milfontes, vila com praias excelentes, sem autoridade, muito pouco controlo/vigilância, sem respeito pela lei do ruído, sem proibições de venda de álcool e tabaco a menores (se repararem bem na fisionomia dos “betinhos” o cigarrinho no queixos também lá está). Deduz-se assim Milfontes como destino perfeito, sendo, um destino de descargo de consciência e de ausência de responsabilidade para os pais. Estes pais nem devem de saber que os seus “ricos” filhotes e filhotas andam a pedir boleia a estranhos para irem para o Malhão…

Note-se ainda no vandalismo que se feito sentir em Vila Nova de Milfontes vão desde caixotes do lixo a carros. O lixo e o barulho que fazem na rua, por exemplo, na rua Moinho do Vento onde existe testemunhos na rede social do Facebook do que tem ocorrido noites e noites sem parar.

Fica mais uma vez provado que a nossa querida vila é um sítio de extremos. Extrema pacatez a extremo alvoroço. Operações Stop que não deixam ninguém escapar ao balão até à venda que têm nos olhos para esta malta que, QUE! Faz dar uma má imagem à população de cá, MAS! Sobretudo aos turistas, que sim esses é que vêm trazer alguns euros ao comércio local. E muito provavelmente para o ano que vem pensarão duas vezes antes de vir para Milfontes pois têm receio de apanhar estas confusões imaturas e sem controlo!

Marco Matos

Nota: Como plataforma aberta a colaborações, o vnmilfontes.info divulga frequentemente a opinião de autores externos ao nosso projecto. A responsabilidade por este conteúdo recai exclusivamente no seu autor.