Entrevista: José Amador (“Viver Milfontes”)

viver milfontes - vila nova de milfontes

“Viver Milfontes” é uma comunidade que nasceu no Facebook, mas que hoje marca presença assídua nas ruas de Vila Nova de Milfontes, através da realização de diversos eventos e actividades.

Caminhadas, peças de teatro, desfiles na rua e dias temáticos, são apenas alguns dos eventos organizados por esta comunidade que marca uma presença cada vez mais visível na localidade.

O vnmilfontes.info quis conhecer melhor este projecto, pelo que fomos entrevistar o seu principal mentor, José Amador.

Questão: Como surgiu o “Viver Milfontes”? Qual era a tua ideia inicial?

R: Boa tarde, o “Viver Milfontes” surge após uma conversa de amigos pela noite dentro  sobre um projecto pessoal meu de tempos de escola que pretendia fazer uma plataforma on-line e interventiva culturalmente em Milfontes! Com esta conversa, o Francisco Fiuza apresentou o nome “Viver Milfontes” com o qual me identifiquei na hora e ele começou a página. Eu estive afastado temporariamente do projecto por motivos pessoais mas em Novembro de 2012 regresso e começamos a estruturar a página! Em Janeiro de este ano passei a ser o único gestor de conteúdos com o Francisco Fiza e Gabriel Silva a completar a equipa.  Com o tempo a equipa foi crescendo sempre com o mesmo espírito e neste momento contamos com um excelente grupo, muito coeso e onde reina, acima de tudo, a amizade.

Questão: O “Viver Milfontes” diferencia-se sobretudo pela vontade de fazer acontecer, algo que é bastante incomum em Milfontes, que sempre foi uma localidade algo letárgica. De onde surgiu a vontade de ir para as ruas e levar as pessoas a interagirem umas com as outras?

R: Pessoalmente sempre fui uma pessoa activa e luto por dar isso um pouco a toda gente com quem lido! A nossa ideia sempre foi mostar Milfontes, criar eventos e fazer a cobertura dos que iam acontecendo, e acima de tudo mexer com as pessoas, fazê-las pensar e fazer! Mostrar que se todos fizermos um pouco, podemos melhorar muito a nossa terra. O potencial da nossa Vila é incrivel mas são as pessoas de cá que têm que ver isso! As eternas rivalidades só estrovam, se todos trabalharmos para o mesmo, os frutos serão muito mais sumarentos!

Questão: Algumas das actividades que vocês têm organizado exigem bastante tempo livre. É fácil conciliar a vida pessoal e profissional com a organização de múltiplos eventos?

R: É muito complicado e exige bastante de nós mas a nossa equipa trabalha por amor à camisola, por amor ao que fazemos e só fazemos o que conseguimos e podemos! Claro que queremos sempre mais mas nunca esquecendo as nossas vidas. De qualquer forma seja em que projecto fôr que entremos é para dar o nosso melhor.

Questão: E a nível de apoios? Têm procurado a colaboração de outras entidades? O tecido empresarial local responde de forma positiva às vossas iniciativas?

R: A festa do dia da criança, dia 1 de Junho de 2013, provou que podemos fazer a diferença e que o comércio local está pronto para participar! Juntámos todas as pastelarias, vários restaurantes e supermercados entre outras entidades, todos com a maior boa vontade de dar um dia especial às nossas crianças! Oferemos variadas actividades e um lanche muito especial na barbacã para todos e de forma gratuita! Só podemos agradecer a todas as entidades que participaram! Foi um grande sucesso!

Questão: Possivelmente, a iniciativa mais abrangente que realizaram até hoje foi o “Festival de Otimismo” (uma excelente ideia, diga-se!). Como reagiram as pessoas à vossa tentativa de dar “outro colorido” às ruas de Vila Nova de Milfontes?

R: Este festival não foi ideia nossa mas sim da Comissão de Inter-Freguesias de Vila Nova de Milfontes e Longueira/Almograve, mas à qual nos associámos logo que conhecemos. Em termos de participação, pessoalmente, acho que foi fraco, mas era uma ideia arrojada e diferente! Acredito que com muito potencial para o futuro! Quanto à nossa participação com a animação das Ovelhas foi excelente e com o melhor feedback possível.

Só uma palavra para o Festival de Teatro, que também não foi ideia nossa mas sim do Grupo de Teatro Gatos Pingados! A minha entrada no grupo de teatro acabou por levar o “Viver Milfontes” para a organização e foi mais uma grande experiência para todos nós e o fortalecer de um elo que ainda trará muitas novidades!

Questão: Como estamos de ideias para os próximos meses? O “Viver Milfontes” irá manter o mesmo dinamismo?

R: O que queremos é manter a chama vida, e no que depender desta equipa assim será! Ainda mais nos meses mais frios em que nada se passa em Milfontes! Temos várias idéias na forja, umas já a andar, outras ainda não firmadas, mas teremos novidades em breve com certeza!
Pessoalmente só posso agradecer a esta equipa que tem mostrado a diferença e que o querer tem muito poder! Já ouvimos muitos “maus agouros” mas nunca baixamos os braços e acabamos por provar que a nossa força, vontade e energia inesgotável criam momentos únicos!

Obrigado por esta entrevista, espero que continue o excelente trabalho!

 

Agradecemos ao José Amador a sua disponibilidade e a toda a equipa do “Viver Milfontes”, o excelente trabalho que tem realizado em prol de Vila Nova de Milfontes.